9ª Fecolônia e 1ª Festa das Flores supera recorde de público e tem crescimento de 149% em comparação a última edição

9ª Fecolônia e 1ª Festa das Flores supera recorde de público e tem crescimento de 149% em comparação a última edição

Panambi
Typography

Evento realizado de 07 a 10 de setembro no Parque Municipal em Panambi reuniu mais de 55 expositores de várias cidades do Estado.

 

A Fecolônia é um Evento que faz parte do  Programa Estadual da Agroindústria Familiar. Executado pela Emater/RS-Ascar e coordenado pela secretaria estadual de Desenvolvimento Rural, tem como objetivo fomentar a agroindústria, a legalização dos produtores, desenvolvendo a agricultura familiar, e a produção de artesanato e flores.

O município de Panambi está entre as 10 maiores cidades produtoras da agroindústria, e ocupa o 2º lugar de feira com maior número de expositores segundo dados da Emater - RS. Realizada anualmente a cada ano os organizadores procuram melhorar e proporcionar aos expositores e visitantes uma programação diversificada e com atrativos que encantem e emocionem o público presente.

Neste ano foram mais de 55 expositores de 15 municípios da região, distribuídos nos estandes da Agroindústria, Artesanato e Flores.

Após o evento os organizadores apresentaram o balanço da feira que movimentou a cidade durante os 4 dias da sua realização. Com público recorde de 16 mil pessoas e a comercialização de R$ 249.000,00 mil reais, segundo o Secretário de Agricultura, Indústria, Comércio e Serviços Rafael Jacques de Oliveira, a 9ª Fecolôlia e 1ª Festa das Flores foi um sucesso.

O evento contou ainda com a presença de autoridades locais e regionais, entre elas o Sr. Clair Tomé Kuhn - Presidente da Emater/RS, Sr. Vitor Cembranel - Gerente regional adjunto da Emater do munício de Ijuí , Excelentíssimo Prefeito Municipal Sr. Daniel Hinnah, Sr. Telmo Dutra de Freitas - Presidente do Sindicato Rural de Panambi, Sr. Ilmo Springer – Presidente do Sindicato Rural dos Trabalhadores e o  Presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul Sr. Edgar Pretto que esteve visitando a feira.

Na ocasião Pretto falou sobre os avanços na legislação. " Nossa luta tem sido para acabar com as barreiras existentes nas agroindústrias, fazer a cadeia curta, o produtor planta, ele industrializa e também comercializa ”.

As vendas na Feira são impulsionadas pelo segmento da agroindústria familiar. Os alimentos comercializados na Fecolônia são certificados pelo Governo do Estado. No rótulo destes alimentos consta o Selo Sabor Gaúcho (Peaf), evidência de que o proprietário participou do Programa Estadual da Agroindústria Familiar, programa executado pela Emater/RS-Ascar e coordenado pela secretaria estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), contabiliza atualmente mais de 2,8 mil cadastros de agroindústrias, sendo 1,1 mil agroindústrias legalizadas. 

 

De acordo com a extensionista da Emater/RS-Ascar, Sandra Spada, a Fecolônia estimulou a legalização de agroindústrias em Panambi. " Em 2009, quando começou a 1ª Feira não haviam agroindústrias inscritas no Programa (Peaf), hoje Panambi tem 17 agroindústrias legalizadas ", disse ela.

A Feira Estadual da Agroindústria Colonial de Panambi está completamente consolidada e a 1ª Festa das Flores teve uma excelente receptividade.

A escolha da Menina Flor, encantou o público presente, sete lindas garotinhas com idades entre 4 e 8 anos participaram do concurso. Foram escolhidas três soberanas para marcar esta 1ª edição da Festa das Flores, as escolhidas foram:  2ª princesa Camila Zachow Feltes; 1ª princesa Pietra Luize Hack e como rainha Manuela Schneider dos Santos.

As meninas terão a missão de representar a Festa das Flores, os valores sociais, históricos e culturais de Panambi, até a sua próxima edição. Idealizada pela atual Administração Municipal em paralelo com a 9ª Fecolônia a 1ª Festa das Flores tem como objetivo motivar os produtores de flores a empreender no campo, incentivar a cultura da produção e fazer com que os produtores se tornarem fornecedores, além de contribuir para o embelezamento da cidade, resgatando a cultura germânica que é uma das características do município de Panambi.