Cruz Alta é destaque no crescimento no número de empresas

Cruz Alta é destaque no crescimento no número de empresas

Cruz Alta
Typography

 

Cruz Alta progrediu no número de empresas ativas nos últimos cinco anos, segundo dados de 2015 do Empresometro. A ferramenta do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) que contabiliza a abertura e fechamento das pequenas empresas indicou que o município passou de 3.955 para 6.746 empresas, um crescimento de 70,57% em relação a 2010. Entre as 6.746 empresas ativas, 6.316 são Micros e Pequenas Empresas (MPE), um total de 93,6%, com destaque para o setor automotivo que soma mais de 3.200 estabelecimentos formais.

 
Os avanços nos números classificam Cruz Alta como uma das cidades mais empreendedoras da região Noroeste do Estado, com uma empresa para cada 9,54 habitantes. Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Francisco Noronha, os dados comprovam que o município está preparado para todo e qualquer empreendimento. Ele relata que através da organização da Sala do Investidor e implementação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM) os números devem melhorar.
 
O REDESIM tem como objetivo permitir a abertura, alteração e fechamento de empresas, por meio da simplificação de procedimentos e redução da burocracia ao mínimo necessário. – “Será possível abrir uma empresa em menos de dez dias, além de termos como apoiar e acompanhar estas empresas em um segundo momento, através de parceiros como a Unicruz e o SEBRAE” – finalizou o secretário.
 
 

Número de MPEs

Comércio: Reparação de Veículos Automotores e motocicletas

3259

Alojamento e Alimentação

570

Construção

565

Indústria de Transformação

543

Outras atividades de serviço

311

Transporte, Armazenagem e Correio

260

Atividades Administrativas e serviços complementares

212

Atividades profissionais científicas e técnicas

198

Saúde Humana e Serviços Sociais

99

Educação

73

Outros

226

 

 

 

 

Fonte: http://empresometro.cnc.org.br/ e http://www.ibge.gov.br/