Turismo no Rio Grande do Sul

Turismo no Rio Grande do Sul

Turismo pelo Brasil
Typography
UM ESTADO QUE TEM TUDO PARA VOCÊ APROVEITAR O TEMPO TODO...
 
Se tem uma palavra que define o Rio Grande do Sul é diversidade. Nosso Estado tem atrações turísticas para todas as épocas do ano. Do Litoral à Serra, das Missões ao Pampa, você desfruta de momentos inesquecíveis. Venha viver essa experiência!!!

Ser gaúcho é motivo de muito orgulho para cada um dos 10,5 milhões de habitantes do Rio Grande do Sul. Mais dia menos dia, mesmo quem não é nascido no estado, mas ali vive, começa a adquirir costumes como tomar chimarrão, preparar um bom churrasco, torcer para Internacional ou Grêmio, além de ceder a outras tradições locais. A posição geográfica reforça os laços com argentinos e uruguaios, ressaltados no cantarolar do sotaque, na dieta carnívora e até na adaptação a invernos rigorosos. Considerado por Portugal uma capitania somente em 1807, o território pertencia até então, pelo Tratado de Tordesilhas, aos espanhóis. Ao longo da história, a região foi palco de guerras, como a Cisplatina (1825-1828) e a do Paraguai (1864-1870).

No intervalo entre as duas, aconteceram levantes que deram origem ao maior conflito civil do país, a Revolução dos Farrapos (1835-1845), de ideal separatista. As ondas imigratórias também resultaram na formação de uma identidade local, com a chegada de agricultores alemães e italianos, cuja presença marca o turismo da Serra Gaúcha em cidades como Gramado e Canela, muito procuradas na temporada de inverno, e nos municípios que compõem o Vale dos Vinhedos.

Entre as belas paisagens do interior, as mais impressionantes estão nos arredores de Cambará do Sul, porta de acesso ao Parque Nacional de Aparados da Serra e à sua grande atração, o Cânion do Itaimbezinho, cujos desfiladeiros de 720 metros de profundidade e 6 quilômetros de extensão são margeados por araucárias.

Abaixo, destaca os principais atrativos dos sete municípios gaúchos : 

 

Porto Alegre – Como em qualquer metrópole, os visitantes encontrarão na capital gaúcha uma grande variedade de atrativos, especialmente os culturais. A cidade é provida de um grande número de museus e centros culturais, como o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), a Fundação Iberê Camargo, a Casa de Cultura Mário Quinta e a Usina do Gasômetro, entre outros. Quem quiser relaxar, pode dar um passeio pelos vários parques da cidade ou apreciar o famoso pôr do sol do Guaíba.

Bento Gonçalves – Na cidade da serra gaúcha, a principal atração é o turismo gastronômico. Na capital nacional do vinho, é quase uma obrigação conhecer as vinícolas que se espalham pela cidade. No Vale dos Vinhedos, os praticantes do enoturismo são conduzidos por uma estrada emoldurada por colinas e muitos parreirais, onde estão a maioria das fábricas. A região também oferece bons bares e restaurantes, muito deles especializados na cozinha italiana.

Cambará do Sul - O município de Cambará do Sul é o destino para os praticantes do turismo de aventura ou ecoturismo. A cidade hospeda quem visita os parques nacionais dos Aparados da Serra e da Serra Geral. No primeiro, com infra-estrutura completa para visitação, encontra-se o Cânion do Itaimbezinho, o maior da América do Sul, com 5,8 mil metros de extensão e cerca de 200 metros de largura. Há ainda várias opções de trilha na região.

 Nova Petrópolis – Essa cidade serrana é ideal para quem optar pelo turismo rural. Colonizada por alemães, a cidade é conhecida como o “jardim da serra gaúcha”, em razão das paisagens e monumentos ornamentados por flores em cada canto da pequena cidade. A cidade é boa opção para quem procura o turismo rural. Passeios percorrem propriedades de imigrantes, incluindo degustação comidas e apresentações de músicas e danças típicas.

 
São Francisco de Paula - São Chico, como é carinhosamente chamada pelos habitantes da cidade, é famosa pelas paisagens bucólicas, que costumam ser cobertas por geada nos meses mais frios do ano. O turismo rural e de aventura são os mais explorados em razão da diversidade natural da região, composta de campos, matas nativas, vales, montanhas, rios, cascatas, cachoeiras e barragens. O cenário é propício para a prática de esportes como rapel, tirolesa, montanhismo e ciclismo.
 
Gramado – Um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil, Gramado é famosa pelas temperaturas negativas e possibilidade de neve durante o inverno, além de Festival de Cinema e o célebre prêmio: o Kikito. As belas paisagens, a arquitetura europeia e várias opções gastronômicas, com destaque para os famosos chocolates, também costumam encantar os visitantes. Nos meses mais frios, a cidade ainda oferece uma vida noturna agitada. No verão, a atração é o evento Natal Luz.
 
Canela – Situada ao lado de Gramado, Canela conserva a mesma arquitetura e charme da cidade vizinha e ainda oferece bons atrativos naturais. Um deles é o Parque do Caracol, onde se destaca a cascada de mesmo nome, com 131 metros de queda livre. A estrutura ainda oferece restaurante, feira de artesanato, mirantes, trilhas ecológicas e passeio de trem, além de equipamentos para a prática de mountain bike, canoagem e rapel, entre outros esportes radicais.