Maratonas premiam empreendedorismo com impacto social

Maratonas premiam empreendedorismo com impacto social

Oportunidades
Typography

Mais do que ter uma empresa lucrativa, muitos empresários estão buscando mudar vidas e realidades a partir das atividades de seus negócios. Essa modalidade de empreendedorismo vem se difundindo pelo mundo e se estabelecendo também no Brasil. Para incentivar esse mercado do bem, o Sebrae realiza três Maratonas de Negócios de Impacto Social até o final de 2015.

 

O concurso visa revelar ideias inovadoras que causam impactos social e ambiental. Também busca divulgar o Movimento Compre do Pequeno Negócio, liderado pelo Sebrae, para incentivar a sociedade a valorizar as micro e pequenas empresas, que representam 99% dos empreendimentos formais brasileiros e são responsáveis por 52% dos empregos gerados no país.

A próxima cidade a receber o evento será Vitória, no período entre 15 e 18 de setembro. As inscrições para essa edição ficam abertas até 28 de agosto.  Em seguida, entre 7 e 10 de outubro, será a vez de Campo Grande ter a primeira edição do evento, que já foi realizado em Florianópolis e Rio de Janeiro. A capital fluminense fecha o calendário anual de 12 a 15 de novembro. Os empreendedores que desejem participar já podem acessar o regulamento e se candidatar por meio do site www.maratonadenegociossociais.com.br.

“Essa filosofia empreendedora é representada por negócios cuja atividade principal é voltada para a solução ou minimização de um problema social ou ambiental de uma comunidade ou coletividade”, afirma a coordenadora nacional de Negócios de Impacto Social do Sebrae, Valéria Barros.

A programação segue a mesma dinâmica em cada uma das cidades. Durante os três dias de maratona, os empreendedores participam de um programa intenso de capacitação, consultoria e mentoria com especialistas no assunto. Os temas passarão por conceito de negócio de impacto social, avaliação do impacto gerado pela atividade, sustentabilidade econômico-financeira, fontes de financiamento, técnicas de apresentação do negócio, desenvolvimento de clientes e vendas.

Ao final, os competidores melhor avaliados poderão apresentar suas propostas a uma banca, que será composta por aceleradoras, incubadoras, provedores de serviços e representantes do Sebrae. Eles poderão sair do evento com uma boa proposta de aceleração ou investimento no negócio. A comissão responsável pela escolha utilizará como critérios o perfil empreendedor, viabilidade comercial, impacto social e inovação. Os empreendedores também serão premiados com acesso a cursos, workshops e produtos específicos para quem quer empreender.

Exemplo

Com o projeto Biotrip, que subsidia a construção de chalés eco sustentáveis para produtores rurais de baixa renda, o empreendedor Thiago Sudré foi o vencedor da primeira edição da maratona no Espírito Santo. Para ele, negócios como o dele são o futuro. “Não é possível mais criar empresas sem olhar para a sociedade e para o meio ambiente; pensar em um negócio que só retira e nada dá em troca. Hoje, qualquer novo negócio precisa ter esse cunho social ou ambiental, ou ambos, se possível”, afirma.

A proposta do capixaba apresentada na maratona ainda prevê geração de renda, por meio da hospedagem nos chalés, e um canal de divulgação. “O produtor rural fica com parte do valor dessa hospedagem e a empresa recebe outra parte”, diz.

Para o Sebrae, mais do que oferecer produtos ou serviços a preços acessíveis às classes C, D e E, os Negócios de Impacto Social devem ampliar perspectivas, gerar renda e acesso às cadeias produtivas. Outro ponto defendido pela instituição é de que os lucros devem ser divididos entre os proprietários. A instituição tem um site (http://migre.me/rkFZb) dedicado ao tema.

Movimento Compre do Pequeno

A data oficial do Movimento Compre do Pequeno Negócio, 5 de outubro, foi estabelecida por se tratar do dia em que foi instituído o Estatuto da Micro e Pequena Empresa. A ação enumera cinco razões para comprar dessas empresas: é perto da sua casa, é responsável por 52% dos empregos formais, o dinheiro fica no seu bairro, o pequeno negócio desenvolve a comunidade e comprar do pequeno negócio é um ato transformador. Todo empresário pode participar do movimento, cadastrando e divulgando a sua empresa no sitewww.compredopequeno.com.br.